São Paulo: governo estadual distribuirá água nas ruas para enfrentar onda de calor

Foto/Imagem: Foto : Group Publishing

Torneira distribuindo água

O governo de São Paulo anunciou uma medida emergencial na quarta-feira, 20 de setembro de 2023, para enfrentar a onda de calor que atinge a capital paulista. Até o próximo domingo, dia 24 de setembro, equipes da Defesa Civil e da Sabesp estarão distribuindo água potável em locais movimentados da cidade. A ação visa atender especialmente as pessoas em situação de rua e os grupos mais vulneráveis, como idosos e crianças, durante um período em que a capital pode alcançar recordes históricos de temperatura.

Em uma parceria entre a Defesa Civil do Estado, Sabesp e as Secretarias de Desenvolvimento Social e de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística, agentes estarão nas ruas entre 11h e 15h para garantir o acesso à água potável. 

Além de oferecer água em copos descartáveis, haverá bebedouros disponíveis, e a população será orientada sobre a importância de manter a hidratação constante e evitar a exposição direta ao sol nos horários mais críticos.

Distribuição de água nos principais pontos da cidade:

Os locais escolhidos para a distribuição de água abrangem áreas de grande movimentação na cidade, e a iniciativa seguirá a seguinte programação:

– Quarta-feira (20): Praça da Sé e Theatro Municipal

– Quinta-feira (21): Praça da República e Largo do Arouche

– Sexta-feira (22): Pateo do Collegio e Praça do Patriarca

– Sábado (23): Rua Santa Ifigênia e Rua Líbero Badaró

– Domingo (24): Largo do Café e Largo São Bento

A Prefeitura de São Paulo também anunciou medidas para atender a população em situação de rua durante essa onda de calor. A “Operação Altas Temperaturas” inclui a instalação de 10 tendas de acolhimento em diferentes pontos da cidade, onde água e bonés serão distribuídos. 

Ambulâncias também estarão disponíveis para atender casos de exposição ao calor nessas áreas.

Ainda como parte da operação, ventiladores serão colocados em serviços de acolhimento para pessoas em situação de rua e idosos. As tendas funcionarão entre 10h e 16h e estarão localizadas em diversos pontos, incluindo regiões central, sul, norte, leste e oeste da cidade.

A Secretaria Municipal da Saúde também tomará medidas preventivas, distribuindo informes sobre cuidados extras durante a onda de calor nos serviços de assistência social voltados para idosos.

Onda de calor na capital:

O Centro Gerenciamento de Emergências (CGE) da cidade emitiu um alerta climático prevendo temperaturas máximas de até 37°C, um recorde para este ano. 

A baixa umidade relativa do ar, que pode ficar abaixo de 30%, também é uma preocupação, representando riscos à saúde da população.

Essa onda de calor é resultado de uma grande massa de ar quente sobre a região Sudeste, e a previsão é de que o calor persista até domingo. Por este motivo, ações como a distribuição de água e cuidados adicionais se fazem essenciais para proteger a população mais vulnerável nesse período crítico.

Com a implementação dessas medidas, o governo estadual e municipal estão trabalhando para garantir que todos tenham acesso à água e possam enfrentar a onda de calor com mais segurança.

*Utilizamos imagens de livre exposição e bancos contratados, mas caso alguma imagem ou texto tenha direitos autorais, entre em contato conosco que removeremos imediatamente. Para as publicações patrocinadas: Imagens de produtos, informações sobre serviços e citações são inteiramente de responsabilidade da empresa que patrocina a publicação.

Publicidade

Este site utiliza cookies e tecnologias para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso site você aceita nossa  Política de Privacidade.